Censo IBGE: porque é bom para os negócios?

Por Vitor Vaneti em

Este artigo se inicia respondendo à pergunta do título: os Censos Demográficos do IBGE são bons para os negócios porque permitem traçar o perfil da população e suas casas em médias e pequenas áreas dentro de uma cidade, fornecendo gratuitamente e com alto poder explicativo, características que, numa pesquisa tradicional, poderia custar milhares de reais (senão milhões!).

O sucesso de um negócio, seja ele qual for, exige do empreendedor um conhecimento apurado de onde ele investirá seus recursos, na sua loja, no seu escritório, etc. Qual o perfil do desejado consumidor? Como é o entorno urbanístico, por exemplo, da sua futura loja de material de construção? Muitas perguntas são possíveis e todas elas encontram respostas consistentes nos dados do Censo IBGE. O Censo oferece informações riquíssimas para todos os municípios do Brasil e, mais que isso, desagregadas territorialmente dentro da cidade.

O Censo por dentro: Questionário Básico e Questionário da Amostra

Antes de avançarmos, alguns detalhes técnicos importantes. Os Censos Demográficos do IBGE coletam dados de duas maneiras, simultaneamente. Primeiro, para todos os habitantes, através do Questionário Básico: aqui são feitas perguntas simplificadas e seu objetivo é entender questões gerais e realizar a contagem da população stricto sensu. A segunda maneira é através do Questionário da Amostra que, como o próprio nome sugere, trata-se de uma amostra de todos os habitantes. Em 2010, a amostra era de 10% do universo de domicílios para municípios de 20 mil a 500 mil habitantes e 5% para municípios com mais de 500 mil.

O Questionário da Amostra contém perguntas mais complexas, detalhando perguntas do questionário básico e registrando informações sobre renda e trabalho. Cada respondente do Questionário da Amostra tem o que se chama de “peso amostral” ou, trocando em miúdos, um número de indivíduos que ele (o respondente) representa. Esse peso amostral é definido após a coleta por uma série de cálculos estatísticos realizados pelo IBGE. Um exemplo: João, do bairro Quitandinha, de Araraquara, respondeu o Questionário da Amostra. Após os cálculos, João (não mais identificado dentro da base de dados, para preservar o sigilo das informações) assume um peso amostral de 14. O que isso quer dizer? Dadas as características socioeconômicas individuais e do entorno da moradia dele, João representa 14 pessoas do universo. Reforça-se que essa representatividade é fortemente assegurada pela ciência estatística, cultivada com excelência pelo IBGE.

O segredo do Censo: as pequenas áreas urbanas

De fato, o mantra dos dias que correm, cujo som tem ficado cada vez mais alto por causa da era do Big Data, é que a informação precisa e de qualidade é ativo tão (ou até mais importante) que os fornos de uma pizzaria ou os aparelhos de uma clínica de estética, por exemplo.
Mas o que o Censo IBGE oferece afinal, que o faz ser tão importante para os negócios? Como dito anteriormente, ele proporciona o entendimento acurado do perfil dos moradores e dos lares de pequenas áreas (os Setores Censitários) e de áreas internas à um município (as Áreas de Expansão e Disseminação da Amostra). Abaixo, a imagem mostra esses dois tipos de território estatístico, para três municípios da Baixada Santista. No detalhe, as linhas brancas demarcam cada Setor Censitário; as linhas escuras delimitam as Áreas de Expansão da Amostra.

Setores Censitários e Áreas de Expansão da Amostra, nos municípios de Santos, São Vicente e Guarujá (estes últimos parcialmente plotados).

Cada território com seus dados: Setores Censitários e Áreas de Expansão da Amostra

O Questionário Básico, por ser mais simples e abranger todos os habitantes, tem como território o Setor Censitário. Assim, é possível ter dados para nível de quarteirão/ quadra ou até mesmo, conforme o desenho definido pelo IBGE, para um prédio/condomínio específico (obedecendo para este último caso o critério de não identificação/sigilo de informações individuais):

  • Renda familiar média
  • Renda média do (s) responsável (eis) pela família
  • Moradores com e sem rendimento mensal
  • Se o imóvel é próprio, financiado ou alugado
  • Faixa etária dos moradores
  • Raça/ cor
  • Sexo
  • Nível de parentesco
  • Características do entorno da casa (existência de calçada, rampa para cadeirante, asfalto, etc)

Para o Questionário da Amostra inevitavelmente os dados só podem ser acessados para as Áreas de Expansão da Amostra. Tais áreas são desenhadas pelo IBGE de tal forma que o processo de expansão da amostragem seja estatisticamente correto e seus números confiáveis. É possível identificar informações, tais como:

  • Valor do aluguel (quando aplicável)
  • Material predominante da casa (alvenaria, madeira, etc)
  • Número de cômodos
  • Número de quartos
  • Número de banheiros
  • Presença de computador, celular e internet
  • Presença de automóvel e motocicleta
  • Se a responsabilidade da casa é compartilhada por mais de um morador
  • Renda média familiar
  • Relação de parentesco
  • Sexo
  • Faixa etária
  • Raça/cor
  • Dificuldades individuais para caminhar, enxergar, ouvir e presença de deficiência intelectual
  • Município e Estado de nascimento para os moradores vindos de fora
  • Tempo de moradia no município
  • Local de residência anterior (quando aplicável)
  • Se frequenta escola/curso e qual grau
  • Maior grau de escolaridade obtido
  • Se graduado em superior, qual o curso
  • Se vive em relação conjugal e qual sua característica (casamento, união consensual, etc)
  • Se trabalha e qual o tipo de emprego (incluindo informal)
  • Quantidade de empregos simultâneos (incluindo informal)
  • Profissão/ ocupação (incluindo informal)
  • Setor econômico detalhado do emprego
  • Se empresário, quantas pessoas empregava
  • Rendimento no trabalho principal ou retirada de lucros
  • Rendimento familiar
  • Horas trabalhadas na semana, habitualmente
  • Taxa de desemprego
  • Participação em programas de assistência social
  • Se possuía rendimento de juros de poupança, aplicações financeiras, aluguel, pensão ou aposentadoria de previdência privada e qual o valor
  • Se trabalha em casa
  • Tempo habitual de deslocamento casa até trabalho

Cruzamento de características sociais e econômicas

Atualização dos dados

As características elencadas anteriormente permitem, por si só, responderem a uma série de perguntas que ajudam o modelamento dos negócios. O mais interessante, no entanto, é que é possível, obedecendo ao rigor estatístico, fazer o cruzamento dessas características. Assim, como exemplo completamente aleatório, consegue-se saber numa determinada área a “quantidade de mulheres responsáveis por seus lares, que pagam aluguel e o tempo que demoram para ir ao trabalho”. A combinação das características faz com as respostas sejam ainda mais detalhadas e ricas, conforme a pergunta desejada.

Mas o fato de o Censo IBGE ser feito a cada dez anos não compromete a qualidade dos dados? Não! Utilizam-se métodos estatísticos e econométricos que permitem a correção das informações para os dias atuais, reforçando assim a robusta metodologia da pesquisa. É importante lembrar que o Censo Demográfico do IBGE é pautado desde décadas nas melhores práticas estatísticas internacionais, conta com instituição séria no seu comando e uma equipe de altíssimo nível e dedicação na sua construção.

Este artigo pretendeu demonstrar o uso estratégico dos dados públicos e altamente confiáveis do Censo IBGE para o planejamento e tomada de decisão nos negócios. O uso de tais informações é pouco utilizado para este fim e a EPV2 quer mudar esse cenário. A crescente utilização de informações com a era do Big Data vai tornar os negócios cada vez mais competitivos, com foco também crescente nas características mais refinadas dos consumidores. Ainda que o Censo IBGE não faça parte, a rigor, de dados tipo Big Data, ele tem muito a dizer ao empreendedor que quer inovar e não perder dinheiro. Não perca tempo e fale com quem entende: a EPV2 está ao seu dispor.

Forte abraço e até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *